Macaulay Culkin nega ter sofrido abuso de Jackson

O ator Macaulay Culkin, testemunha de defesa no processo por abuso sexual que um jovem move contra Michael Jackson, negou taxativamente hoje diante da Corte de Santa Maria, que o astro pop tenha abusado sexualmente dele em 1991.O ator, que hoje tem 24 anos, e ficou famoso nos anos 90 com o filme Esqueceram de Mim, foi interrogado pelo advogado de Jackson, Thomas Mesereau Jr., que perguntou a ele o que achava das acusações impingidas ao cantor. Culkin respondeu: "Eu penso que são absolutamente ridículas".O ex-ator infantil afirmou que costumava dormir na cama de Jackson durante suas visitas regulares ao rancho Neverland, nos anos 90, quando tinha entre 9 e 14 anos.Mesereau perguntou ao ator se ele havia sido vítima de algum comportamento inadequado por parte do astro pop e a resposta de Culkin foi: "jamais".O ator também rejeitou a sugestão do promotor Ron Zonen de que Jackson poderia tê-lo molestado enquanto dormia."Acho improvável", disse Culkin. "Eu acho que perceberia se alguma coisa assim acontecesse."Culkin, que ficou famoso quando criança por seu papel no filme Esqueceram de Mim, disse que os promotores nunca lhe perguntaram se ele tinha sido molestado por Jackson.Ele disse que só ficou sabendo das alegações pelas reportagens sobre o julgamento na televisão."Alguém me disse, você deveria conferir a CNN, porque eles estão dizendo algumas coisas sobre você", disse Culkin."Eu não conseguia acreditar. É incrível que ninguém tenha sequer me procurado e perguntado se essas alegações eram verdadeiras."Culkin é o terceiro homem jovem a aparecer no tribunal como testemunha de defesa de Jackson para negar que tenha sido vítima de algum tipo de comportamento indecoroso de Jackson durante suas visitas ao rancho Neverland. Testemunhas de acusação haviam dito anteriormente, que Jackson tocou Culkin inapropriadamente e que o ator visitava com freqüência o astro pop em seu rancho. Esses testemunhos davam conta também de ter visto Jackson com a mão dentro do shorts de Culkin. Uma ex-empregada de Jackson disse ter visto Culkin na cama com Jackson. Ela e seu filho receberam US$ 2,4 milhões de Jackson em um acordo realizado em 1994 e ela cobrou US$ 20 mil para dar entrevista em um programa de TV.Jackson, de 46 anos, está sendo julgado desde o dia 31 de janeiro no tribunal de Santa Maria, na Califórnia, por supostamente ter abusado de um menor que teria 13 anos entre fevereiro e março de 2003. Caso seja condenado poderá cumprir pena de 20 anos de prisão. Veja galeria

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.