Maazel vem a SP para concurso e concerto

O maestro americano Lorin Maazel,de 72 anos, chega nesta sexta-feira ao Brasil para participar da etapalatino-americana de seu concurso de regência, a 1.ª Maazel-VilarConductor´s Competition. Essa etapa será a quinta fase doconcurso que pretende escolher, pelo mundo todo, um maestro parareceber uma bolsa de estudo e estudar regência com Maazel. Elerege no domingo, no Teatro Municipal de São Paulo, a OrquestraExperimental de Repertório. A fase do concurso é na América do Sul, mas podemconcorrer regentes de toda parte. A partir de sexta às 18h30,no Teatro Municipal de São Paulo, dez finalistas - entre eles osbrasileiros Marcelo Ramos, Mateus Araújo e Rodrigo de Carvalho -vão se revezar em performances à frente da OrquestraExperimental de Repertório, em busca de uma vaga para a últimaetapa, em setembro nos EUA. Além dos brasileiros, há maestros daVenezuela, Argentina e até da China e Itália. O público pode acompanhar as provas. Cada maestro vaireger uma peça, escolhida pela organização. Haverá provas nosábado e domingo, a partir das 9h. Os ingressos, gratuitos,devem ser retirados na bilheteria do Municipal. Participar da final e sair vencedor, em setembro em NovaYork, significa ganhar, além da bolsa de dois ou três anos, umprêmio de US$ 45 mil. Significa também cair nas graças dorecém-indicado novo diretor da Filarmônica de Nova York, o quese pode traduzir em uma série de compromissos profissionais emtodo o mundo. Criado em janeiro do ano passado, o concurso já passoupor países como EUA, Inglaterra, Polônia e Japão. A última etapaclassificatória, antes da final em Nova York, será na Austrália, emagosto. Toda a verba, desde os custos com produção até osprêmios em dinheiro, são bancados por Alberto Vilar,auto-intitulado um "refugiado cubano" que, nos últimos quatroanos, já investiu US$ 225 milhões em teatros e orquestras domundo. Serviço - Orquestra Experimental de Repertório. Regência deLorin Maazel. Domingo, às 17 horas. De R$ 10,00 a R$ 35,00.Teatro Municipal. Praça Ramos de Azevedo, s/n.º, tel. 222-8698

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.