Brendan McDermid/ Reuters
Brendan McDermid/ Reuters

Lynyrd Skynyrd processa ex-baterista por planejar filme sobre banda

Longa biográfico traria informações sobre o acidente de avião onde morreram vários de seus membros

EFE

20 de junho de 2017 | 12h42

O grupo de rock Lynyrd Skynyrd, famoso pela música Sweet Home Alabama, está processando seu ex-baterista Artimus Pyle por conta de seus planos de realizar um filme biográfico sobre a banda e o acidente de avião onde morreram vários de seus membros, informou nesta segunda-feira, 19, a revista Rolling Stone.

O Lynyrd Skynyrd alcançou o estrelato na década de 1970, graças a joias do rock sulista como os discos Pronounced 'Leh-'nérd 'Skin-'nérd (1973) e Second Helping (1974).

No entanto, sua trajetória foi tragicamente interrompida por um acidente aéreo, em 1977, onde morreram os músicos Ronnie Van Zant, Steve Gaines e Cassie Gaines.

Dez anos mais tarde, o Lynyrd Skynyrd voltou para a estrada e aos estúdios de gravação com uma formação que variou ao longo do tempo.

Artimus Pyle, baterista da banda durante os anos 70, que sobreviveu ao acidente e foi demitido do Lynyrd Skynyrd em 1991, está preparando uma cinebiografia titulada "Street Survivors: The True Story of the Lynyrd Skynyrd Plane Crash".

De acordo com a ação movida na última sexta-feira, em Nova York, este filme poderia violar um acordo legal entre os membros do grupo para poder explorar as suas experiências individuais, mas em nenhum caso a história do Lynyrd Skynyrd como banda.

A queixa também alega que o filme poderia mostrar "um retrato impreciso ou tendencioso" do Lynyrd Skynyrd, contando apenas com o ponto de vista de Pyle, e disfarçado como "a verdadeira história" do conjunto.

O guitarrista Gary Rossington, o cantor Johnny Van Zant (irmão do falecido líder da banda, Ronnie Van Zant) e vários herdeiros de outros integrantes que morreram no acidente aéreo, estão entre os denunciantes.

Em uma entrevista concedida para a revista especializada em cinema "Deadline", em 2016, Artimus Pyle disse que pretendia fazer um filme que contasse a "rápida" ascensão e queda do Lynyrd Skynyrd e que retratasse seus companheiros de banda como eram: "pessoas divertidas e reais" que amavam a música. EFE

Mais conteúdo sobre:
DocumentárioCinemaBanda

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.