Lou Reed apresenta o álbum <i>Berlim</i> ao vivo após 33 anos

O cantor e compositor nova-iorquino LouReed interpretará pela primeira vez ao vivo Berlim, seu segundoálbum solo, criado há 33 anos. Durante quatro noites, desta quinta-feira até domingo, Reed interpretaráas dez canções do álbum no St. Ann´s Warehouse do seu Brooklynnatal, informa em seu site. As atuações levantaram um grande interesse entre os fãs do artista, ao ponto das entradas terem se esgotado há semanas. Para a ocasião, Reed preparou uma montagem multimídia que lheacompanhará no palco para dar vida a Berlim, a história de amor dedois viciados em drogas, Caroline e Jim, na cidade alemã que dá nomeao disco.Através de dez canções, Reed trata temas como a violênciadoméstica, a dependência das drogas, o adultério, a prostituição ouo suicídio.Para a produção do espetáculo, que mês que vem viajará paraSydney, o artista se cercou de um grupo de amigos entre os quais sedestacam Bob Ezrin, que ajudou a produzir o disco em 1973, e oartista e diretor de cinema Julian Schnabel.Schnabel projetou junto com sua filha Lola uma instalaçãomultimídia que acompanhará Reed sobre o palco, no qual se projetarãoimagens da atriz francesa Emmanuelle Seigner, para ilustrar atrágica história que relata o disco.Berlim é considerado um dos discos mais depressivos da históriado rock, mas nos mais de 30 anos que passaram desde seulançamento, se transformou em um álbum de culto para seusFãs.Lou Reed, que em 1996 foi incluído no Salão da Fama do Rock andRoll, se consagrou há quatro decênios como líder da banda The VelvetUnderground, para posteriormente lançar-se em uma aventura musicalSolo. Além disso, é o autor de clássicos como Heroin, Walk on theWild Side, Sweet Jane e Perfect Day, nas quais reflete sobre avida e os problemas de Nova York, cidade na qual nasceu e viveupraticamente toda sua vida.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.