Bruno Fernandes / Fotoarena / Agência O Globo
Bruno Fernandes / Fotoarena / Agência O Globo

Show dos Los Hermanos em SP atrai 30 mil fãs

Mesmo sem lançar nada inédito há 10 anos, banda se apresentou para grande público na Arena Anhembi 

João Paulo Carvalho, O Estado de S. Paulo

25 Outubro 2015 | 13h47

Nenhuma outra banda do rock nacional na atualidade consegue proporcionar uma catarse saudosista e frenética tão intensa quanto os Los Hermanos. O que se viu na noite deste sábado, 24, na Arena Anhembi, em São Paulo, foi a performance de um grupo que leva multidões para seus shows esporádicos e, mesmo sem lançar nada inédito há 10 anos, ainda inspira gerações com suas letras melodramáticas, repletas de dor, ressentimento e paixões angustiantes.

A fórmula, no entanto, foi exatamente a mesma de 2009, 2010 e 2012, quando eles se reencontraram para uma série de apresentações pelo País, após o precoce hiato anunciado em 2007. De O Vencedor a Pierrot, os fãs cantarolaram todas as músicas sem pestanejar, a pleno vapor. Ninguém questiona mais a qualidade de Marcelo Camelo, Rodrigo Amarante, Rodrigo Barba e Bruno Medina, embora alguns torçam o nariz. Talvez a postura blasé do grupo nos palcos incomode os críticos de plantão, mas não seria nenhuma loucura cravar que os Los Hermanos foram a última grande banda do rock nacional. Afinal, o que se viu de interessante depois deles? Há coisas legais, é verdade, mas não com a mesma força, impacto, histeria e devoção.

O caminhão de hits que atingiu as 30 mil pessoas que compareceram ao Anhembi só confirma a tese acima. Retrato pra Iaiá, Todo Carnaval Tem Seu Fim, O Vento e Azedume. A porrada foi forte e comprovou algo interessante: eles não precisam mais estar na ativa todos os meses, lançando discos anualmente e fazendo longas turnês pelo País para se manter em destaque e serem constantemente lembrados. É como um amor de verão. O período Los Hermanos chega e eles vão lá matar a saudade dos fãs e ouvir o quanto são amados pelo seu público.

A banda chegou a outra instância. Eles se mantêm brilhantemente no topo com apenas quatro discos de estúdio. Álbuns estes que mudaram a história recente da música pop, Los Hermanos (1999), Bloco do Eu Sozinho (2001), Ventura (2003) e 4 (2005). Há quem questione isso dizendo que eles entraram numa zona de conforto perigosa. Alguns afirmam que eles chegaram ao ápice do amadurecimento musical, algo pretensioso para qualquer artista. Balela. Assista a um show dos Los Hermanos.

Setlist

O Vencedor

Retrato pra Iaiá

Além do que Se Vê

Todo Carnaval Tem Seu Fim

O Vento

Cadê Teu Suín-?

Do Sétimo Andar

Samba a Dois

Condicional

Azedume

Pois é

Morena

Um Par

O Velho e o Moço

A Outra

Paquetá

Sentimental

Primeiro Andar

Tenha Dó

Descoberta

Deixa o Verão

De Onde Vem a Calma

Conversa de Botas Batidas

Último Romance

A Flor

Adeus Você

Anna Júlia

Quem Sabe

Pierrot

Mais conteúdo sobre:
Los Hermanos música show SP

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.