Londres exibe maior coleção sobre Jimi Hendrix

A maior coleção do mundo sobre Jimi Hendrix, com mais de 500 objetos e avaliada em US$ 15 milhões, foi apresentada à imprensa e será aberta ao público em setembro, no Marquee Club, em Londres, onde permanecerá por seis meses e depois será leiloada.Montada por Bob Terry, um fã norte-americano que vendeu para um compatriota, que decidiu exibi-la em Londres, a coleção possui jóias raras, entre elas uma guitarra Fender Stratocaster branca em que é possível ver marcas como o desgaste causado pelos anéis de Hendrix ao tocar o instrumento. E ainda vídeos inéditos de Hendrix nos festivais de Woodstock, Monterey e Isle of Wight, além de fotos, cartazes, ingressos para shows, blusões, mais de 40 fitas cassete onde ele gravava idéias que trabalharia depois, entre outros objetos pessoais. Jimi Hendrix (1942-1970) nasceu em Seattle, nos Estados Unidos e começou a carreira, sem saber ler qualquer nota musical, depois que deixou o exército ao sofrer um acidente de pára-quedas. Primeiro, tocou num bar de Nova York, depois montou o grupo The Jimi Hendrix Experience e seguiu carreira-solo e morreu de overdose, logo depois de gravar seu quinto álbum First Rays of the New Rising Sun.

Agencia Estado,

12 de agosto de 2004 | 19h08

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.