Divulgação
Divulgação

Lollapalooza não reembolsa por cancelamento de banda

Fãs de Marina and the Diamonds reclamam; Festival alega que os bilhetes dão direito a assistir a todas as 26 apresentações

Julio Maria, O Estado de São Paulo

28 Março 2015 | 16h55

Os organizadores do Lollapalooza informaram que não haverá reembolso de ingressos por conta do cancelamento do show de Marina and the Diamonds. Segundo a assessoria, os bilhetes dão direito para assistir a todas as 26 apresentações e não apenas um show. E, aos que desejam formular oficialmente sua reclamação, é possível enviar para a empresa pelo e-mail sac@ticketsforfun.com.br

Ao embarcar para o Brasil, a cantora Marina and the Diamonds permaneceu no aeroporto de Nova York por um período de sete horas, já que havia sido informada que o seu vôo havia sido adiado. Após a espera, porém, foi informada que o mesmo havia sido cancelado.

Mesmo buscando opções, não conseguiu um novo vôo a tempo de ainda se apresentar no Lollapalooza. Por este motivo, sua apresentação neste sábado (15) foi cancelada.

A cantora se pronunciou em sua página no Facebook. Veja a íntegra:

Diamantes brasileiros. Estou tão incrivelmente devastada, além de frustrada, mas tenho de confirmar que não sou capaz de me apresentar hoje no Lollapalooza. Eu estou agora em um aeroporto após 12 horas de ter meu voo para São Paulo adiado e adiado. Ele foi finalmente cancelado às 5h da manhã, e não há outros voos que eu possa pegar para chegar até vocês a tempo.

Minha banda e eu ficávamos mais e mais tristes com cada hora que passava, era para ser a primeira aparição de FROOT (título de seu disco) num festival - e minha primeira vez no Brasil.

Após uma semana de grandes desafios (meu baixista quebrou sua mão, tivemos um enorme cronograma de promoção com várias paradas e começos), este tipo de sorte parece ser tão cruel. Eu queria, de verdade, fazer esse show. Por favor, ouçam todas as minhas desculpas, eu sei o quanto vocês estavam ansiosos por isso, assim como eu. É difícil de acreditar que isso está sendo tirado de nós só por causa da “boa sorte” do voo.

Para ajudar-nos a ser positivos, tenho todos os planos de ir, adequadamente, para o Brasil e o resto do Sul/Central/América Latina, e celebrar FROOT com vocês. Não desista da esperança de nos encontrarmos no futuro, juntos nós temos de acreditar que coisas boas vêm para aqueles que esperam.

 

Mais conteúdo sobre:
LollapaloozaMúsica

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.