GUILHERME SOBOTA/ESTADÃO
GUILHERME SOBOTA/ESTADÃO

Lollapalooza disponibiliza repelente de mosquitos no festival

Recomendação da Secretaria de Saúde de São Paulo era de que quem fosse ao festival tomasse vacina da febre amarela

Guilherme Sobota, O Estado de S.Paulo

23 Março 2018 | 17h23

Após recomendação da Secretaria Municipal de Saúde de que quem viesse ao festival tomasse vacina contra a febre amarela, o Lollapalooza Brasil decidiu disponibilizar repelente de mosquitos para os fãs no festival.

A região do Autódromo de Interlagos é um dos 24 distritos com recomendação para a imunização contra a doença. Vale lembrar que a vacina precisa ser aplicada com até dez dias de antecedência. Esse é o período mínimo para que ela faça efeito.

Diversos totens com o produto estão espalhados pelo Autódromo. A recomendação, porém, é de que o produto seja aplicado no máximo duas vezes por dia.

 

Mais conteúdo sobre:
Lollapalooza

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.