Taba Benedicto/Estadão
Taba Benedicto/Estadão

Lollapalooza 2022: Emicida e Planet Hemp substituem Foo Fighters

Organização do festival divulgou que show de rap em conjunto com nomes como KL Jay, Criolo e Drik Barbosa ocorrerá no domingo, 27, após morte de baterista da banda de rock

Redação, O Estado de S.Paulo

26 de março de 2022 | 20h19

A organização do festival Lollapalooza Brasil 2022 anunciou o cancelamento do show do Foo Fighters, que seria realizado às 20h30 deste domingo, 27. Em seu lugar, haverá um show de rap feito em conjunto entre Planet Hemp, Emicida e os convidados DJ Nyack, KL Jay, Criolo, Bivolt, Drik Barbosa e Rael. Ao fim de sua apresentação neste sábado, 26, o próprio Emicida comentou que voltaria ao evento amanhã.

A decisão foi tomada por conta da morte do baterista Taylor Hawkins na noite de sexta-feira, 25, pouco antes de o grupo norte-americano se apresentar na cidade de Bogotá, na Colômbia, o que levou a banda a cancelar seus últimos shows de uma turnê pela América Latina.

Confira abaixo o cronograma previsto para o 3.º e último dia do Lollapalooza Brasil 2022:

Morte de Taylor Hawkins

Na noite de sexta, 25, a banda Foo Fighters anunciou a morte de seu membro nas redes sociais. Ao longo deste sábado, 26, as circunstâncias da morte foram sendo detalhadas. a Secretaria Distrital de Saúde de Bogotá divulgou um comunicado à imprensa sobre o fato, informando que o centro de emergências da cidade recebeu um relato de um "paciente com dor no peito" em um hotel ao norte da cidade, e enviou uma equipe ao local.

Chegando lá, ele já havia sido atendido por um profissional de saúde, que tinha feito o atendimento de emergência, incluindo tentativas de reanimação, sem resposta, o que fez com que Hawkins fosse declarado como morto. Ainda de acordo com a nota, os procedimentos com o corpo foram providenciados, e as investigações cabíveis neste tipo de caso estão sendo feitas.

A procuradoria da Colômbia encontrou vestígios de maconha, opioides e antidepressivos no corpo do baterista. "Na prova toxicológica de urina feita no corpo de Taylor Hawkins foram preliminarmente encontrados 10 tipos de substâncias, entre elas THC (maconha), antidepressivos tricíclicos, benzodiacepinas e opioides", indicou o órgão de investigação em um comunicado divulgado à AFP neste sábado, 26, no qual não deixa claro se foram essas substâncias que levaram à morte do músico.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.