Serjão Carvalho/ Estadão
Serjão Carvalho/ Estadão

Lollapalooza 2018: Mac DeMarco faz festa indie elogiando sanduíche do Estadão

Músico canadense se apresentou no palco Axe do festival no fim da noite de sexta-feira, 23

Guilherme Sobota, O Estado de S.Paulo

23 Março 2018 | 22h38

“Alguém aqui já foi comer sanduíche de pernil no Estadão?”, perguntou Mac DeMarco, no meio do seu show no Palco Axe do Lollapalooza Brasil, na noite desta sexta-feira, 23, se referindo à tradicional lanchonete do centro de São Paulo.

“Eu estava ontem lá com um membro do Free Nationals, banda do Anderson Paak, e ele me olhou nos olhos e disse: ‘obrigado!’”, disse, em tom de galhofa.

Aoa gritos de “marquinhos, marquinhos”, o músico canadense se mostrou super a vontade no palco menor do Lollapalooza para apresentar as músicas de This Old Dog, seu disco mais recente, de 2017.

+ Com um novo espaço, pista eletrônica no Lollapalooza cria universo próprio

O tom irônico do show se repete em vários momentos: quando ele sai correndo ao redor do palco, quando acende um cigarro, quando se aproxima da plateia, quando veste um boné arremessado do público, e até quando homenageia o pai na canção que dá título ao disco.

Dono de uma reputação indie respeitável nos EUA e na Europa, ele se sente à vontade no Brasil, depois de algumas visitas ao País associado ao selo paulistano Balaclava Records.

As canções revelam um indie meloso, afeito a melodias simples, com um tom romântico que varia entre o apaixonado e o desiludido. Mas o tom de piada sempre está presente: “quem aqui veio ver o Chili Peppers?”, disse, se referindo à banda que tocava, ao mesmo tempo, no palco principal do festival. “Essa canção se chama Give It Away Now”, brincou, antes de Go Home, do disco Salad Days, de 2016, que lhe alçou à fama.

Mesmo com a competição com o Red Hot, milhares de fãs ficaram no Palco Axe – que este ano mudou de lugar, está ao lado do Onix – e cantaram com ele hits de um passado bem próximo.

Ao telão, um game 16 bits conta a história de Frankestein Mark II, um personagem fictício fanático por hamburger. O jogo é familiar para a geração que cresceu com a franquia Pokemon de Game Boy.

Ainda sobrou tempo para uma versão de Under The Bridge, clássico do Red Hot, com Mac na bateria e o baterista no vocal. – hilário, de ir às lágrimas e gargalhar.

Talento nato do indie rock dos anos 2010, Mac entregou a vadiagem bem humorada para que foi contratado – e encerrou o lado alternativo do Lolla nesta sexta-feira.

Mais conteúdo sobre:
Anderson Paak Mac DeMarco Lollapalooza

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.