Rafael Arbex/ Estadão
Rafael Arbex/ Estadão

Lollapalooza 2018: Com problemas no som, show de Liniker e os Caramelows é interrompido

Visivelmente transtornada, a cantora tentou dar continuidade ao show, o que não aconteceu

João Paulo Carvalho, O Estado de S.Paulo

24 Março 2018 | 14h53

Em um festival caro e certamente destinado às camadas mais altas da sociedade, Liniker e os Caramelows deram o recado logo no início: "Que a gente sempre se lembre do respeito. Que a gente respeite quando uma mulher negra, uma transexual, suba neste palco e cante", disse a artista.

** Lollapalooza 2018: Tagore apresenta sua psicodelia prejudicada pelo horário 

Liniker e os Caramelows abriram os trabalhos do Palco Onix na tarde deste sábado, 24, no segundo dia do festival Lollapalooza, no Autódromo de Interlagos, com um discurso a favor das minorias: negros, pobres, homossexuais e transexuais.

"Eu gostaria de dedicar essa próxima música ao amor, ao afeto, ao olho no olho", disse Liniker antes de cantar 'Zero', maior hit do grupo. Quando tudo corria bem e a música chegava ao seu ponto mais alto com a estrofe de "Deixa eu Bagunçar Você", um susto: o som parou de funcionar. O público, em princípio, não entendeu o problema e continuou cantando os versos de 'Zero' à capela.

** Lollapalooza 2018: Hamburgeres são as estrelas do Chef's Stage

Visivelmente transtornada, a cantora tentou dar continuidade ao show, o que não aconteceu. "Estamos com problemas de energia. Vamos tentar resolver", disse Liniker ao público.

Após 10 minutos de intervalo  forçado, a cantora e a banda voltaram ao palco para dar um triste recado: o som não ia voltar. "O som não vai voltar. Mas eu fico muito feliz pelo que vocês fizeram aqui hoje. Muito obrigada, do fundo do meu coração", disse Liniker. As cantoras Tássia Reis e Linn da Quebrada, que participaram da apresentação, também subiram ao palco para agradecer.

O público reagiu ao problema com gritos de protesto. "Lollapalooza, eu quero meu dinheiro de volta", gritavam alguns fãs.

Procurada pela reportagem do Estado, a Time For Fun, produtora e organizadora do festival, informou que houve um problema em um dos PAs do palco quando faltavam três músicas para o fim do show. O PA é o responsável por emitir o som que a plateia escutará. Ainda de acordo com a Time For Fun, o equipamento já foi arrumado e toda a programação do Palco Onix está mantida. David Byrne se apresenta às 17h15 e a banda Imagine Dragons fecha o palco às 19h25.

"Houve um problema técnico no PA. A banda está triste or não ter feito o show completo, que preparou com tanto carinho para a ocasião, mas também está consciente de que a apresentação estava linda. A banda agradece o suport dos fãs", lamentou Liniker em um comunicado. 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.