Sérgio Castro/Estadão
Sérgio Castro/Estadão

Lollapalooza 2017: Cage The Elephant, banda queridinha do festival, faz o que mais gosta e se joga

Grupo faz sua terceira apresentação na edição brasileira do festival

Guilherme Sobota, O Estado de S.Paulo

25 Março 2017 | 17h47

"Aqui está a moral da história,  nós não fazemos pela glória nem  pelo dinheiro", diz uma canção do Cage The Elephant. Eles fazem pela diversão, e parece que eles não cansam da diversão que o Lollapalooza Brasil lhes proporciona: o deste sábado, 25, foi o terceiro da banda nas seis edições do festival.

Dessa vez, eles trouxeram na bagagem um Grammy: Tell Me I'm Pretty levou o gramofone de melhor disco de rock ano passado. E foram  as músicas deste disco que fizeram a grande parte do show neste Lolla: ainda dançantes e carregadas da sonoridade indie com guitarras, ainda solares, mas bem menos agressivas do que há cinco anos.

O que não impediu de o vocalista Matt Schultz fazer o que gosta: se jogar na galera nas primeiras músicas, Cry Baby Cry e In One Ear, a citada na primeira frase deste texto. O guitarrista, Brad Shultz (foto), também foi até o público. 

Mais conteúdo sobre:
Grammy

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.