Divulgação
Divulgação

Lollapalooza 2016: Die Antwoord agradou quem procurava um clima 'rave'

O duo de hip-hop sul-africano encerrou a programação do palco Axe do Lollapalooza neste sábado

Renato Vieira, O Estado de S. Paulo

12 de março de 2016 | 22h14

Não demorou duas músicas para Ninja, um dos vocalistas do Die Antwoord, se jogar para a plateia.  O duo de hip-hop sul-africano encerrou a programação do palco Axe do Lollapalooza neste sábado. A atração agradou quem procurava um clima de Rave no Autódromo de Interlagos e foi o suficiente para aquecer quem penava com o frio já abaixo de 20 graus.

Quem roubou a cena foi Yo-Landi Visser, cuja figura parece ter saído do clássico filme Blade Turner (1982). Músicas repletas de palavrões e algumas críticas à sociedade de consumo soam melhor dentro do contexto da África do Sul. No Brasil, soa frio e falso, agradando apenas àqueles que acham o máximo qualquer 'motherfucker' disparado por Ninja.

Tudo isso em meio a jogos de luz e projeções. Curiosamente, poucos deixaram o palco Axe em direção ao Skol, onde o concorrente de estilo e horário Eminem faria show a partir de 21h. Foi uma atração diferente, longe de ser interessante.

Tudo o que sabemos sobre:
Lollapalooza

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.