Rafael Arbex|Estadão
Rafael Arbex|Estadão

Lolapalooza 2016: Noel Gallagher toca hits do Oasis e emociona o público em Interlagos

Quando os primeiros acordes de 'Champagne Supernova' foram executados, os fãs enlouqueceram

João Paulo Carvalho, O Estado de S. Paulo

13 de março de 2016 | 20h08

Ninguém enterra seu passado de uma hora para outra. Principalmente quando você integrou o Oasis, uma das bandas de rock mais importantes da década de 1990. Ao lado do irmão Liam Gallagher, Noel inscreveu seu nome na história da música.

A figura mítica do britânico emocionou a todos com cinco canções emblemáticas de sua ex-banda na tarde deste domingo, 13, no palco Skol, no segundo dia do festival Lollapalooza. 

Quando os primeiros acordes de Champagne Supernova foram executados, os fãs pareciam não acreditar no que estavam ouvindo. As surpresas, no entanto, não pararam por aí . Listen Up, Digsy's Dinner e a catártica Wonderwall deram gás à apresentação do inglês.

Simpático, mas de poucas palavras, Noel conduziu bem seu show. Ele tem uma banda de apoio competente, que cadencia as harmonias de forma suave e equilibrada.

A performance do ex-integrante do Oasis oscila bastante em quase 60 minutos. Enquanto toca canções da sua carreira solo, a temperatura do show é morna, quase gelada. No entanto, quando Noel dribla o orgulho e aposta nos clássicos, a intensidade da apresentação triplica de força.

Em Don't Look Back in Anger, última música do show, muitas pessoas já estavam deixando o palco Skol quando foram surpreendidas pela canção.

Alucinados, os fãs voltaram correndo para o local. A música foi cantada em coro, como poucas vezes se ouviu no festival deste ano.

Noel, meio sem jeito, deixou o palco rapidamente. Sabe da importância de seus hits, mas não dá o braço a torcer. 

Veja galeria de imagens:

 

Tudo o que sabemos sobre:
LollapaloozaMúsica

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.