Loja online da Virgin é condenada por pirataria

A Virgin foi condenada pelo Tribunal do Comércio francês a pagar cerca de R$ 1,7 milhão por ter oferecido a consumidores no seu web site a música Hung Up, de Madonna, em outubro do ano passado, segundo matéria publicada por Thomas Crampton, do jornal norte-americano Herald Tribune.A prática da Virgin foi denunciada em outubro pelo site France Télécom, que era o verdadeiro detentor dos direitos da música para downloading (pagou US$ 500 mil para Madonna). Assim que a Télécom dispôs a música, imediatamente o site da companhia, wanadoo.fr, começou também a oferecer o download, o que foi considerado pirataria.?É um fantástico caso de simples pirataria praticado por uma respeitável companhia?, disse Hervé Payan, vice-presidente sênior da France Télécom. ?A Virgin se comportou de maneira surreal por baixar a canção, quebrando regras de proteção e depois vendendo a música em seu próprio web site.?Laurent Fiscal, diretor da loja online da Virgin, disse que via no processo uma relação com a luta que a Virgin empreendeu contra o iTunes, da Apple, buscando garantir ao consumidor que pudesse baixar música para outros aparelhos que não só o iPod. Para Fiscal, a Virgin tem lutado pelo interesse do consumidor de música digital.Enquanto isso, em Londres, EMI e Warner iniciaram uma batalha de ?leilões mútuos?. A inglesa EMI, casa de Coldplay e Robbie Williams, anunciou que rejeitou uma oferta de 2,5 bilhões de libras da concorrente americana. Ao mesmo tempo, disse que está oferecendo 4,6 bilhões pela Warner, casa de Madonna e Red Hot Chili Peppers. A Warner não comentou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.