Livro traça história da música eletrônica

O mais completo documentário sobre a história da música eletrônica ganha versão em livro. Modulations, dirigido pela brasileira radicada em Nova York Iara Lee, reúne entrevistas e ensaios com os mais importantes nomes do gênero, incluindo pioneiros como Giorgio Moroder e Pierre Henry. O projeto promove a melhor radiografia já feita sobre subgêneros como house, dub, freestyle e tecno, entre outros.Modulações, o filme, foi o segundo longa-metragem de Iara Lee, que trocou São Paulo por Nova York na virada dos anos 90 e foi aclamada por Prazeres Sintéticos, em 1996. Interessada pela cena eletrônica que se desenvolveu principalmente durante a última década, ela fundou a Caipirinha Music, que lançou 35 CDs em cinco anos, de artistas experimentais garimpados por ela em clubes da cidade. "Sempre gostei de procurar o novo e levar para um público maior", disse Lee à Planet Pop.Para fazer o documentário, ela passou um ano acompanhando os principais eventos da música eletrônica e conduzindo entrevistas com DJs, produtores e outros profissionais importantes para o crescimento da cena. O filme ganhou também uma trilha sonora com as faixas "obrigatórias" para se conhecer o estilo.No livro, o material tem a praticidade de uma enciclopédia (por conta de discografias, informações curiosas e um glossário de termos e nomes), mas ganha também em profundidade por conta de ótimos ensaios que contam a história de cada subgênero.Editado por Peter Shapiro, autor e especialista em música eletrônica, Modulations é dividido em blocos como "pioneiros" (Karlheinz Stockhausen, Pierre Schaeffer), "krautrock" (Can, Kraftwerk), "disco" (Donna Summer, Sylvester), "pós-punk" (Cabaret Voltaire, Front 242), "house" (Deep Dish, Daft Punk), "hip hop" (Afrika Bambaataa, Grandmaster Flash), "techno" (Derrick May, Plastikman), "jungle" (Metalheadz, LTJ Buken), "ambient" (Brian Eno, The Orb), "downtempo" (Autechre, Oval) e "tecnologia" (que explica a evolução dos processos sonoros).O trabalho de pesquisa feito para o projeto foi bem detalhado. Modulations decreta que a música eletrônica começou em 1876, quando Graham Bell inventou o telefone convertendo o som em sinais eletrônicos. O livro também dá espaço para movimentos geralmente esquecidos, como o Afrofuturismo (representado por George Clinton e Sun-Ra nos anos 70) e Miami Bass (a sonoridade do 2 Live Crew nos anos 80). O livro pode ser comprado diretamente da Caipirinha Productions, no site http://www.caipirinha.com. Modulations, editado por Peter Shapiro. Ed. D.a.b./Caipirinha, 250 páginas, US$ 29

Agencia Estado,

02 de janeiro de 2001 | 14h30

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.