Chad Batka/The New York Times
Chad Batka/The New York Times

Linkin Park cancela turnê após morte de Chester Bennington

A banda tinha shows marcados nas próximas semanas nos EUA

EFE

22 de julho de 2017 | 13h10

LOS ANGELES — A banda Linkin Park cancelou uma turnê do álbum One More Light pela América do Norte após a morte do vocalista Chester Bennington na quinta-feira, 20, em um aparente suicídio, informou a produtora Live Nation.

"Estamos profundamente tristes pela morte de Chester Bennington. A turnê One More Light pela América do Norte foi cancelada e devolveremos o dinheiro dos ingressos", disse a empresa.

A banda tinha shows marcados na próxima quinta-feira, em Massachusetts, e no dia 22 de outubro, em Los Angeles.

O Linkin Park passou pelo Brasil há dois meses para divulgar o One More Light e se apresentou no Maximus Festival ao lado de nomes como Slayer, Ghost e Prophets of Rage, no autódromo de Interlagos em São Paulo.

O Escritório de Medicina Forense do condado de Los Angeles confirmou que Bennington morreu por enforcamento.

O porta-voz do órgão, Ed Winter, disse que o cantor, de 41 anos, se enforcou pendurando uma corda em uma porta de um dos quartos de sua casa próxima a Los Angeles.

Winter explicou que as autoridades encontraram uma garrafa de bebida vazia na casa e que não havia indícios de consumo de drogas. Também não foram encontrados bilhetes de despedida.

O Linkin Park é uma das bandas de rock alternativo de maior sucesso das últimas décadas. O disco de estreia do grupo, Hybrid Theory, que incluía músicas como In the End e Crawling, foi lançado em 2000 e vendeu mais de 10 milhões de unidades só nos EUA.

Casado por duas vezes e pai de seis filhos, Bennington foi encontrado morto em sua casa em Palos Verdes Estates, uma cidade próxima a Los Angeles, por volta das 9h locais de quinta-feira, 20.

O cantor teve problemas com as drogas e o álcool durante anos e confessou em várias ocasiões ter considerado se suicidar após ter sido abusado sexualmente quando era criança.

O artista tinha uma relação muito próxima com Chris Cornell, vocalista da banda Soundgarden, que se suicidou em maio.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.