João Paulo Carvalho/Estadão
João Paulo Carvalho/Estadão

Liderada por ex-guitarrista do Charlie Brown Jr., banda Bula chega ao Lollapalooza

Músicas e melodias do grupo de Santos fizeram público se lembrar das obras que deram sucesso à trupe de Chorão e Champignon

João Paulo Carvalho, O Estado de S. Paulo

28 Março 2015 | 14h34

Foi rápido, frenético e sem muito tempo para reflexão. A banda Bula, liderada pelo ex-guitarrista do Charlie Brown Jr., Marcão, subiu ao palco Onix pontualmente às 12h55. Pouco mais de 200 pessoas assistiram à apresentação da banda de Santos. Empolgados, o power trio, que também conta com Pinguim na bateria e Lena Papini no baixo, abusou do rock'n'roll pesado para tentar trazer o público para perto de um repertório até então desconhecido. 


Com letras e melodias similares às do Charlie Brown Jr., torna-se inevitável não se lembrar de Chorão e Champignon.  A sonoridade do grupo lembra e muito a do ex-vocalista e sua trupe. A música Não Estamos Sozinhos externa bem isso. Dos potentes solos de Marcão à bateria consistente de Pinguim, tudo ali parece já ter sido feito antes. A Bula, entretanto, não faz questão de ignorar suas raízes. Dilemas, uma das últimas canções que foi executada no show, deixa isso evidente. 

Mesmo sem nenhuma música do Charlie Brown Jr. no show, muitos fãs da extinta banda marcaram presença na apresentação. O público é, sim, o mesmo. Não falta vontade para a banda. As letras são consistentes, os riffs das guitarras potentes e o entrosamento notório. Falta ali algo mais complexo: se desligar do passado, ainda que o trio não faça isso de maneira consciente. Aos poucos, entretanto, a banda vai juntando as migalhas e se fortalecendo. Duas Caras, música que abre Não Estamos Sozinhos, disco de lançamento do trio, funciona bem ao vivo. Não lembra de longe nenhum hit emblemático do Charlie Brown Jr., é verdade. Mas tem seu valor se tratando de um show que é crucificado pelo horário e é realizado no palco mais distante do Autódromo de Interlagos.

Mais conteúdo sobre:
MúsicaLollapalooza

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.