Líder do The Who é fichado por pornografia infantil

Após quatro meses de investigações, a polícia britânica concluiu que Pete Townshend, líder do The Who, não baixou pornografia infantil da internet, mas visitou sites do gênero. Por conta disso, o guitarrista recebeu uma advertência formal e agora está livre das investigações. A polícia também decidiu tirar as digitais, fotografia e DNA de Townshend, que ficarão por cinco anos num banco de dados voltado às investigações de casos de abuso sexual.Townshend foi preso em janeiro, sob suspeita de pedofilia infantil. À época de sua prisão, ele admitiu ter comprado com seu cartão de crédito o acesso a sites do gênero. Explicou então que estava fazendo uma pesquisa para sua autobiografia, pois ele próprio teria sido vítima de abuso infantil - assim como o personagem principal de sua ópera-rock Tommy. Para a polícia, porém, pesquisa não é desculpa para visitar site de pornografia infantil.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.