Líder do Jamiroquai é preso por agredir fotógrafo

O músico britânico Jay Kay, vocalista da banda Jamiroquai, foi preso nesta terça-feira por ter supostamente dado um soco em um fotógrafo que tentou retratá-lo fora de uma boate de Londres. Segundo testemunhas, o cantor saía da boate Kabaret quando um grupo de papparazzi se aproximou. "Quem vocês procuram? Saiam daqui", teria gritado enfurecido o artista inglês aos fotógrafos, antes de atingir o rosto de um deles. Os seguranças separaram rapidamente o cantor e o levaram para dentro do clube, mas Jay Kay voltou a sair do local e continuou insultando os fotógrafos. Após a confusão, a polícia chegou ao local e prendeu o músico por suposto ataque físico e verbal. O cantor foi levado à delegacia de Saville Row, onde foi interrogado. O fotógrafo Rowan Lawrence, que estava fora da boate durante o incidente, declarou que Jay Kay parecia ter bebido além da conta e estava de mau-humor. "Não houve provocação nenhuma para tais ações e o fotógrafo não fez nada ao músico para ser atacado desta forma", acrescentou. Esta não é a primeira vez que o líder do Jamiroquai protagoniza uma briga com fotógrafos. Em 2002, Jay Kay quebrou o nariz do "papparazzi" Alan Grisbrook, após uma discussão fora de uma boate.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.