DIVULGAÇÃO
DIVULGAÇÃO

Lemmy, do Motörhead, troca o uísque pelo suco: "Aparentemente, continuo indestrutível"

Músico de 69 anos conhecido pelo estilo de vida de "drogas e rock and roll" mudou seus hábitos após graves problemas de saúde

Redação, O Estado de S. Paulo

19 Agosto 2015 | 15h11

Lemmy Kilmister, vocalista, baixista  e líder do Motörhead, é conhecido pela resistência aos abusos da tríade "sexo, drogas e rock and roll". Os anos de abuso cobraram o preço recentemente, contudo. O músico de 69 anos sofreu recentemente com uma série de limitações de saúde - que inclusive o obrigaram a cancelar a apresentação da banda no festival Monsters of Rock, em São Paulo. O músico, então, decidiu mudar de vida - um pouco, pelo menos.

Em entrevista ao jornal britânico Guardian, para promover o novo disco do Motörhead, chamado Bad Magic, o músico contou que os diversos problemas de saúde o fizeram trocar alguns dos hábitos. Ele, por exemplo, deixou de beber uísque e refrigetante. Agora, conta Lemmy, ele se limita a beber suco de laranja e vodca.

Ele não quis falar sobre drogas, um tema já abordado algumas dezenas de vezes em entrevistas anteriores. Sobre o abuso de substâncias ilícias, limitou-se a dizer: "Aparentemente, continuo indestrutível". Com aquele humor de sempre.

 O Motörhead lança Bad Magic, o 22º disco de estúdio, em 28 de agosto deste ano. Ouça, abaixo, a música "Thunder & Lightning"

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.