Mark J. Terrill/ AP
Mark J. Terrill/ AP

Leilão de objetos, obras de arte e joias de Sinatra arrecada US$ 9 milhões em NY

Entre eles, um retrato de Sinatra por Norman Rockwell, vendido por 687 mil dólares

AFP

08 Dezembro 2018 | 17h51

Um leilão de diversos objetos e joias que pertenceram a Frank Sinatra, guardados por sua quarta e última esposa, Barbara, arrecadou 9,2 milhões de dólares, informou a casa de leilões Sotheby's, em Nova York.

Dos lotes disponíveis, 99% foram leiloados, presencialmente e pela internet, com 300 compradores de mais de 30 países, anunciou na sexta-feira a casa de leilões.

A venda incluiu dezenas de artigos que fazem parte da história de 22 anos de união do casal, como obras de arte, móveis de suas casas em Palm Springs, Los Angeles e Malibu e roteiros de cinema.

O objeto mais caro foi um enorme anel de noivado confeccionado com um diamante de 20 quilates que Sinatra deu a Barbara em uma taça de champanhe. A joia foi vendida por 1,7 milhão de dólares, informou a Sotheby's.

Muitos artigos foram arrematados por valores significativamente maiores que suas estimativas de pré-venda.

Entre eles, um retrato de Sinatra por Norman Rockwell, vendido por 687 mil dólares, e um roteiro de A um passo da eternidade, filme que lhe rendeu um Oscar, que alcançou 35 mil dólares.

Filho de imigrantes italianos e nascido em Nova Jersey, em 1025, Sinatra foi um dos artistas mais queridos do século 20, com sucessos como My way e Fly me to the moon.

 

Mais conteúdo sobre:
Frank Sinatraleilão

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.