Leia a íntegra da nota dos Paralamas do Sucesso

"Os Paralamas vão bem, obrigado? Aqui vão notícias otimistas para todos que perguntam como estão Os Paralamas do Sucesso. Passaram-se quatro meses desde o trágico acidente com o Herbert. A intensidade dos acontecimentos - a perda da nossa querida Lucy e a luta pela recuperação do Herbert - nos deixou numa aflição tão grande, que o tempo pareceu se arrastar lentamente. Neste momento, estamos com nossas esperanças redobradas, considerando o verdadeiro milagre que é a recuperação do Herbert e que nos fez reparar que estes meses, na verdade, passaram muito rápido.Pouco mais de 15 dias atrás, estávamos no estúdio da casa do Herbert, onde nos encontramos para tentar tocar juntos pela primeira vez desde o acidente, como parte da fisioterapia. Se o velho clichê de que a música pode salvar vidas era subjetivo, quando começamos a tocar novamente, pudemos comprovar essa teoria na prática.Herbert mostrou uma capacidade incrível de lembrar letras, acordes e harmonias de várias músicas, que se mostraram intactas na sua memória. Fomos tomados por uma emoção inédita. Parecia o primeiro dia dos Paralamas. Desde então, estamos nos encontrando com maior freqüência para ajudar nosso amigo em seu processo de recuperação, fazendo o que somos mais habilitados: tocar.Muitas pessoas têm nos perguntado como ficam Os Paralamas no meio desse momento delicado. Desnecessário dizer que ninguém poderia substituir Herbert em seu papel na banda, nem nada semelhante nos passou pela cabeça. Portanto, seguimos encarando esse momento da melhor forma possível. A pausa que havíamos programado para esse período para preparar um disco novo e descansar dos intensos trabalhos dos últimos anos continua, apesar de um pouco mais longa do que originalmente esperávamos. Vamos aguardar o tempo que for necessário para que Herbert se recupere e possamos retomar nossas atividades. Ainda temos uma longa jornada, mas usando uma frase de uma música muito conhecida da Legião Urbana: ´temos todo o tempo do mundo´.Os Paralamas (João Barone, Bi Ribeiro e toda a equipe) agradecem mais uma vez às manifestações de solidariedade, assim como a preocupação com os rumos da banda. Gostaríamos de dizer que Os Paralamas do Sucesso estão mais juntos do que nunca nesse momento, ao mesmo tempo de dor e esperança. Pedimos a todos que continuem rezando e mandando essa corrente positiva que muito está nos ajudando. Tudo isso está mostrando resultado e refletindo na recuperação milagrosa do Herbert. Junte-se a isso o fato dele ser um batalhador e estar provando que sua missão nessa vida ainda não está encerrada."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.