Led Zeppelin não volta a se reunir antes de setembro

Jimmy Page, animado por causa do último show da banda, não descarta idéia do retorno do conjunto

Reuters,

28 Janeiro 2008 | 10h33

Embora a banda Led Zeppelin tenha gostado de se reunir no final do ano passado para tocar num show beneficente, o conjunto britânico não fará outra sessão antes de setembro, disse o guitarrista Jimmy Page em Tóquio na manhã desta segunda-feira, 28.   O show beneficente do Led Zeppelin, que aconteceu em dezembro de 2007, em Londres, reacendeu a esperança de a banda fazer uma turnê mundial, mas Page disse que o trabalho do vocalista Robert Plant o está deixando muito ocupado.   "Posso garantir que os esforços que fizemos para esse show foi, provavelmente, os mesmos esforços que fazemos numa turnê mundial", disse Page.   Mas, "Robert Plant está cuidando de um projeto paralelo e certamente estará ocupado até setembro, então não posso adiantar nenhuma novidade", continuou.   Page, em Tóquio para promover um hit, deu declarações animadoras sobre a reunião da banda:  "Foi maravilhoso, fantástico, estávamos ansiosos. Fizemos e o show e foi incrível."   A banda, formada em 1968 por Page, Plant, John Paul Jones - baixista - e John Bonham - bateirista -, ganhou fama mundial como um dos maiores grupos de rock do início dos anos 70.   Os integrantes do Led Zeppelin decidiram se separar logo após a morte de Bonham, em setembro de 1980.   Plant, Page, Jones e o filho de Bonham tocaram juntos para cerca de 20 mil fãs no dia 10 de dezembro de 2007, em Londres.   Assim que anunciaram o show da banda, os ingressos vendidos pela internet logo se esgotaram.   "O mais incrível da gente tocar junto depois de tanto tempo é ver que ainda há química e eletricidade que envolve todos os integrantes da banda", declarou Page.

Mais conteúdo sobre:
Led Zeppelin Show beneficente Jimmy Page

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.