Saul Loeb/Pool via REUTERS
Saul Loeb/Pool via REUTERS

Lady Gaga oferece 500 mil dólares por dois cães roubados

Na noite de quarta-feira, um homem munido de uma pistola semiautomática baleou o passeador de cães da artista em Hollywood e fugiu em um carro branco com os dois buldogues franceses. A cadela Miss Asia escapou e foi recuperada mais tarde

Gabriella Borter, Reuters

25 de fevereiro de 2021 | 16h43

A estrela pop Lady Gaga está oferecendo uma recompensa de 500 mil dólares pela devolução de seus buldogues franceses Koji e Gustav, que foram roubados em Hollywood, disse uma fonte a par do assunto nesta quinta-feira na esteira de reportagens segundo as quais seu passeador de cães foi baleado.

Gaga, cujas apresentações recentes incluíram cantar o hino norte-americano na posse do presidente Joe Biden no mês passado, está em Roma rodando um filme. Seus três buldogues franceses ficaram em Hollywood, noticiou o Daily Mail.

O veículo de mídia disse que o passeador de cães de Gaga estava com os cães na noite de quarta-feira quando foi alvejado. A cadela Miss Asia escapou e foi recuperada mais tarde.



Pouco depois das 22h de quarta-feira, um homem munido de uma pistola semiautomática baleou um homem de cerca de 30 anos em Hollywood e fugiu em um carro branco com dois buldogues franceses, disse Drake Madison, agente da polícia de Los Angeles. Paramédicos do corpo de bombeiros levaram a vítima a um hospital local em estado desconhecido, disse Madison.

A fonte próxima de Lady Gaga, que falou pedindo anonimato, disse que a cantora está pedindo que qualquer um que esteja com os cães faça contato pelo email kojiandgustav@gmail.com para devolvê-los e receber a recompensa, sem ter que dar explicações.

Os buldogues franceses são uma raça popular. Os filhotes dos cães, que estão em alta, podem custar vários milhares de dólares, e são roubados para revenda ou procriação.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.