Interscope Records/Hedi Silmane
Interscope Records/Hedi Silmane

Lady Gaga e seu ex-companheiro põem fim à disputa nos tribunais

Produtor que diz ter criado nome artístico da pop star pedia US$ 30 milhões à cantora em processo

Efe,

10 de setembro de 2010 | 21h01

NOVA YORK- A cantora Lady Gaga e o produtor Rob Fusari colocaram fim à disputa que mantinham nos tribunais de Nova York desde que o ex-companheiro da artista pediu a ela US$ 30 milhões em um processo.

 

Os dois concordaram nesta semana em retirar as queixas que tinham trocado em março, informou nesta sexta-feira, 10, o jornal Daily News em sua edição digital. O diário garante que a documentação apresentada por ambas as partes não detalha se alcançaram algum tipo de acordo financeiro.

 

Fusari, que diz ter idealizado o nome artístico da pop star, defendia em seu processo que Gaga não tinha cumprido com as obrigações contratuais firmadas com ele quando fundaram uma empresa para administrar os lucros da carreira musical.

 

O produtor, companheiro de Lady Gaga em 2006 e 2007, pedia assim a Stefani Germanotta - verdadeiro nome da artista - uma milionária recompensa, que segundo sua opinião, é o que deveria cobrar como proprietário de entre 15% e 20% da empresa Team Love Child, na qual o pai da cantora também tem participação.

 

Segundo Fusari, que também compôs "Beautiful, Dirty, Rich" e "Paparazzi" para Lady Gaga, ele apenas teria recebido um cheque no valor de US$ 209 mil, um valor "ínfimo", já que se diz "responsável" pelo sucesso atual da artista.

Tudo o que sabemos sobre:
Lady GagaRob Fusariprocesso

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.