Valerie Macon/ AFP
Valerie Macon/ AFP

Lady Gaga adia 18 shows na Europa por causa da fibromialgia

Após anunciar que não viria para o Rock in Rio, cantora comunica que não dará continuidade da turnê, pois a doença prova muitas dores

O Estado de S.Paulo

18 de setembro de 2017 | 08h49

Depois de cancelar a apresentação no Rock in Rio, a cantora Lady Gaga adiou parte de sua turnê mundial até o início de 2018, em consequência da fibromialgia, que provoca um "sofrimento físico grave", anunciou a agência de promoção de shows Live Nation.

A cantora americana, que cancelou pelo mesmo motivo o show previsto para sexta-feira. 15, no Rock in Rio, iniciaria a turnê europeia na quinta-feira em Barcelona.

No total, a artista tinha 18 apresentações programadas no continente, até 28 de outubro.

A enfermidade "afeta sua capacidade de atuar no palco". A artista "se encontra sob responsabilidade de profissionais médicos que recomendaram o adiamento das datas europeias da Joanne World Tour", afirma um comunicado da Live Nation.

"Lady Gaga tem a intenção de passar as próximas sete semanas trabalhando ativamente com os médicos para curar os traumatismos passados que seguem afetando sua vida diária e provocam dores físicas severas".

"Ela quer dar a seus fãs a melhor versão do espetáculo que preparou quando retomar a turnê", completa a nota.

Lady Gaga anunciou na semana passada nas redes sociais que estava hospitalizada com "fortes dores".

A artista, de 31 anos, revelou recentemente que sofre de fibromialgia, uma doença crônica que provoca dores múltiplas e difusas.

 

Tudo o que sabemos sobre:
Lady GagaRock in RioMúsica

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.