Kylie Minogue retorna à música com o novo álbum 'X'

Este é seu primeiro álbum de estúdio após recuperar-se do câncer de mama que a afastou dos palcos

EFE,

22 de novembro de 2007 | 20h04

A cantora australiana Kylie Minogue apresentou, em Berlim, "X", seu primeiro álbum de estúdio após recuperar-se do câncer de mama que a afastou dos palcos em 2005, um trabalho que qualificou de "libertador".  "X", cujo lançamento no Brasil está marcado para o dia 26 de novembro, é o décimo trabalho da artista, que definiu o processo de produção como "verdadeiras férias", nas quais pôde "voltar a trabalhar com entusiasmo", após a doença. A artista, que compôs a metade das canções do novo disco, explicou que uma delas, "Cosmic", foi escrita no momento em que começava a se recuperar da doença, quando decidiu enumerar uma lista de "coisas reais e metafóricas" que ainda lhe restavam para fazer. A cantora revelou que, para este trabalho, adotou uma estética de "femme fatale" que fica "no meio do caminho entre a Madonna dos anos 80 e a enigmática Marlene Dietrich". Segundo Kylie, embora beba de fontes diversas, como o dance, a música eletrônica, a psicodelia e o jazz, o tom predominante do disco é mesmo o pop. "É o que sou e o que faço", afirmou. A cantora evitou responder a perguntas referentes à doença, mas admitiu que, durante os meses em que teve que se submeter à quimioterapia, "viu seu corpo como um inimigo". Ainda assim, disse ter sido um tempo durante o qual "repensou toda a sua vida". Kylie disse ainda que deseja logo sair em excursão com o novo disco, e afirmou que em breve anunciará os detalhes de sua nova turnê internacional.

Tudo o que sabemos sobre:
Kylie Minogue

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.