"Kit de heroína" foi encontrado com o corpo do cantor do Alice in Chains

A polícia de Seattle, nos Estados Unidos, informou domingo que objetos usados para consumo de heroína estavam do lado do corpo de Layne Staley, o vocalista da banda Alice in Chains encontrado morto em seu apartamento na sexta-feira. Calcula-se que Staley, de 34 anos, tenha morrido há duas semanas. Segundo os policiais, não há suspeita de participação de outra pessoa na morte de Staley, e por isso não haverá investigação criminal. Apesar da descoberta das seringas e outros objetos relacionados a heroína, a polícia ainda não determinou a causa da morte. Uma autópsia foi feita sábado, mas o resultado deve demorar algumas semanas. Cerca de cem amigos e fãs de Staley realizaram uma vigília a luz de velas em homenagem a ele no sábado à noite. A banda Alice in Chains foi, no início dos anos 90, um dos principais expoentes do surgimento do estilo grunge em Seattle, que teve no Nirvana seu nome principal. Kurt Cobain, o vocalista e guitarrista do Nirvana, também foi encontrado morto em sua casa em 1994. Cobain se suicidou e a autópsia em seu corpo revelou vestígios de heroína no sangue.Os maiores sucessos do Alice in Chains foram o disco de estréia, Facelift e o EP que se seguiu, Jar of Flies. Os problemas de Staley com drogas logo levaram a banda ao ostracismo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.