Keith Richards agradece às "belas" enfermeiras

Keith Richards, guitarrista dos Rolling Stones, recebeu alta e deixou o hospital Ascott de Auckland, na Nova Zelândia, onde foi submetido a uma cirurgia cerebral, mas vai ficar no país para dar continuidade ao tratamento. Richards agradeceu à equipe médica e às "belas" enfermeiras que cuidaram dele nos dias em que esteve internado."Tanto os médicos quanto as belas garotas fizeram minhas noites serem menos dolorosas e mais curtas. Não tenho palavras para expressar minha profunda gratidão", disse músico em comunicado lido hoje, depois de receber alta. "Espero não ter sido um chato", acrescentou ele, após voltar a agradecer a todos os "quivis", como são chamados popularmente os neozelandeses.Fran Curtis, relações-públicas da banda, disse que Richards, de 62 anos, só foi operado uma vez, e não duas, como havia informado a imprensa neozelandesa. Segundo Curtis, a operação, na última segunda-feira, foi bem-sucedida. De acordo com os jornais locais, Richards teria quase morrido por causa de um coágulo no cérebro, formado depois da sua queda de um coqueiro na ilhas Fiji, no fim de abril. Richards sofreu o acidente quando estava com a sua família e a de Ron Wood, o outro guitarrista dos Stones, num centro turístico.Os Stones publicaram recentemente nota no site oficial afirmando que a turnê A Bigger Bang na Europa foi adiada para junho. O primeiro show, em Barcelona, na Espanha, estava agendado para o dia 27 de maio.Matéria alterada às 10h30

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.