SEBASTIÃO MOREIRA/EFE
SEBASTIÃO MOREIRA/EFE

Kasabian apresenta a turnê do bom '48:13' no Lollapalooza

Banda arrastou multidão a um dos palcos do festival no fim da tarde deste sábado, primeiro dia do evento

Guilherme Sobota, O Estado de S. Paulo

28 Março 2015 | 18h10

Milhares e milhares de pessoas se reuniram no palco Onix, que talvez seja o melhor do Lollapalooza em questões de visualização do show e som, para acompanhar os seis caras de Leceister, Inglaterra, que formam o Kasabian.

A banda chega para mostrar as canções de 48:13, disco mais recente que teve boa acolhida crítica com razão.

Misturando pegadas indie com muito da música eletrônica inglesa dos anos 1980 (a banda guarda um resquício especialmente do Happy Mondays, mas provavelmente melhor), o Kasabian empolgou os fãs que sabiam as letras de todas as músicas de cor. Mas só.

Muito promissor nos discos, algo se perde quando a banda sobe no palco, apesar da empolgação contagiante do guitarrista Sergio Pizzorno. Tom Meighan canta tudo certo. Certo até demais.

A banda enfileirou os sucessos recentes e antigos, como eez-eh, Bumblebee e Stevie.

O Kasabian é formado por Sergio Pizzorno, Tom Meighan, Chris Edwards, Ian Matthews e Jay Mehler.

Mais conteúdo sobre:
LollapaloozaMúsica

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.