EFE/Daniel Dal Zennaro
EFE/Daniel Dal Zennaro

Justin Bieber retorna triunfante na premiação MTV Europe Music Awards

Taylor Swift, One Direction e Rihanna também foram premiados; cantora brasileira Anitta levou o prêmio na categoria latino-americana

Reuters

26 Outubro 2015 | 11h30

MILÃO (Reuters) - O cantor pop canadense Justin Bieber fez um returno triunfante aos palcos europeus na premiação MTV Europe Music Awards, em Milão, na noite de domingo, 25, conquistando cinco prêmios no grande evento musical. A cantora brasileira Anitta também levou um prêmio na noite, na categoria latino-americana.

Bieber, que cantou o sucesso What Do You Mean? para um público empolgado, foi o grande vencedor da noite, ficando com os troféus de melhor artista masculino, melhor look, artista internacional: América do Norte, mais sãs e melhor colaboração, com Skrillex e Diplo na canção Where Are U Now?.

O cantor, que se tornou famoso aos 13 anos de idade e virou um fenômeno pop global, irá lançar no mês que vem seu primeiro disco em três anos, durante os quais seu mau comportamento fora dos palcos quase arruinou a imagem de queridinho das adolescentes.

“Não faço pouco caso de nenhum destes momentos”, disse Bieber na premiação. “Aqui é meu lugar, bem aqui neste palco”.

Mas vários grandes artistas, que também foram premiados, estiveram ausentes do programa, realizado no Fórum Mediolanum de Milão.

Taylor Swift, que levou o prêmio de melhor canção por Bad Blood, Rihanna, que ficou com a estatueta de melhor artista feminina, a boy band One Direction, que ganhou como melhor artista pop, e Nicki Minaj, vencedora na categoria melhor artista de hip hop, foram alguns dos que não compareceram.

Mas houve muitos fogos de artifício e efeitos visuais em apresentações como a da cantora Ellie Goulding, que emergiu de um conjunto de espelhos para cantar Love Me Like You Do, e Jason Derulo, cujos dançarinos desfilaram em diciclos Segways.

O show, também transmitido em streaming, foi apresentado pela atriz Ruby Rose, da série Orange is the New Black, e pelo cantor britânico Ed Sheeran, que acrescentou os prêmios de melhor artista ao vivo e melhor artista de palco do mundo à sua coleção de troféus e se apresentou com a banda de drum and bass Rudimental.

Mais conteúdo sobre:
América do Norte Taylor Swift Rihanna

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.