Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE
Felipe Rau / Estadão
Felipe Rau / Estadão

Justin Bieber pede U$20 milhões de indenização por alegações de abuso sexual

A ação civil diz que duas acusações feitas contra o cantor são 'mentiras revoltantes, fabricadas' e pede um julgamento com júri

Jill Serjeant, Reuters

26 de junho de 2020 | 18h39

LOS ANGELES — Justin Bieber iniciou uma ação civil de difamação de US$ 20 milhões contra duas mulheres que o acusaram de abuso sexual. O astro pop canadense entrou com o processo no Tribunal Superior de Los Angeles na quinta-feira, 25, depois de dizer no Twitter, no início desta semana, que a afirmação de que ele agrediu uma mulher sexualmente em 2014 é “factualmente impossível”.

A mulher, que se identificou como Danielle, disse em um tuíte apagado desde então que foi agredida sexualmente pelo cantor em um hotel de Austin, no Estado norte-americano do Texas, no dia 9 de março de 2014.

A outra mulher, que se identificou como Kadi, disse no Twitter que foi agredida sexualmente por Bieber em um quarto de hotel de Nova York em maio de 2015.

A ação civil disse que as duas acusações são “mentiras revoltantes, fabricadas” e pede um julgamento com júri e indenização.

 


A agência Reuters não conseguiu contatar nenhuma das duas mulheres nesta sexta-feira, e os representantes de Bieber não responderam a pedidos de comentário sobre a ação civil.

Anteriormente, a assessoria do cantor disse que as duas mulheres estavam “tentando capitalizar o clima de medo que permeia a indústria do entretenimento, Hollywood e a América corporativa, e por isso está aberta a temporada de caça para qualquer um fazer qualquer alegação (não importa quão vil, infundada e provavelmente falsa) sobre qualquer um sem consequências”.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.