Joel Ryan/ AP
Joel Ryan/ AP

Justin Bieber fará teste de DNA para esclarecer rumores sobre paternidade

Porta-vozes do cantor dizem que ele vai processar jovem que alega ter tido filho com ele

07 de novembro de 2011 | 15h19

SÃO PAULO -  Justin Bieber pretende fazer um exame de DNA daqui a duas semanas para comprovar que ele não é o pai do filho de três meses da jovem Mariah Yeater, que alega ter feito sexo com o cantor nos bastidores de um show nos Estados Unidos em 2010. Depois de revelados os resultados dos testes,  Bieber vai processá-la pelas declarações supostamente falsas.

 

Ao site especializado em celebridades TMZ, Mariah Yeater disse por meio de seus advogados que não teme o exame.

 

A moça de 20 anos teria aberto um processo no final de outubro contra o cantor, pedindo que Justin Bieber faça um teste de paternidade e forneça o suporte necessário ao bebê. O encontro dos dois teria acontecido em 25 de outubro de 2010, após uma apresentação do cantor em Los Angeles. Segundo Mariah, um segurança a teria chamado perguntando se ela queria conhecer o astro teen.

 

Após esperar junto a outras meninas, Mariah conheceu o cantor que indicou que fossem a um lugar privado. No banheiro, eles teriam tido a relação sexual e Bieber teria pedido para não usar preservativo, alegando que era sua primeira vez e "queria sentir tudo. Durou cerca de 30 segundos."

 

Justin Bieber disse em entrevista à televisão norte-americana que nunca conheceu a mulher e que vai focar na música e não nos rumores.

 

Tudo o que sabemos sobre:
Justin BieberMariah Yeater

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.