Justiça ouvirá Liza Minelli sobre suposto abuso sexual

Cantora teria obrigado motorista a se relacionar sexualmente com ela; ex-empregado exige US$ 100 milhões

EFE,

23 de outubro de 2009 | 16h13

A atriz e cantora Liza Minnelli deverá depor à Justiça de Nova York a respeito da acusação de que teria obrigado seu antigo chofer a se relacionar sexualmente com ela. 

  

O motorista Mohamed Sumayah quer uma indenização de US$ 100 milhões por causa dos supostos abusos. A americana, que tem 63 anos, responderá sob juramento a perguntas relacionadas às acusações. O depoimento deve ocorrer nos dias 17 e 18 de novembro.

 

Liza Minnelli havia evitado depor até agora, mas o novo juiz responsável pelo caso quer ouvir a cantora. O ex-chofer diz que se negou, por diversas vezes, a manter encontros sexuais com a artista; mas diz que acabou consentindo ao sentir-se ameaçado.

 

Depois que Sumayah formalizou as acusações, a artista processou o antigo empregado: a alegação é de que ele ameaçou Liza Minelli ao saber que teria o salário reduzido. 

Tudo o que sabemos sobre:
liza minelliabuso

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.