AFP
AFP

Justiça francesa autoriza extradição de rapper Freddie Gibbs para a Áustria

O rapper, de 34 anos, foi detido em 2 de junho em Toulouse

AFP

23 de junho de 2016 | 13h28

A justiça francesa autorizou nesta quinta-feira (23) a extradição do rapper norte-americano Freddie Gibbs para a Áustria, país onde o artista á acusado por um suposto estupro, anunciou o advogado Michaël Malka.

O rapper, de 34 anos, foi detido em 2 de junho em Toulouse e liberado na sexta-feira passada após o pagamento de 50 mil euros de fiança para aguardar a decisão, com a obrigação de permanecer nesta cidade do sudoeste da França. Agora tem prazo de 72 horas para recorrer da decisão.

Gibbs ainda não tomou uma decisão e vai "refletir" com os advogados, segundo Malka. Ele reiterou que o cliente "não tem a intenção de evitar a justiça, seja a francesa ou a austríaca".

As autoridades austríacas emitiram uma ordem de detenção europeia em 31 de maio por um suposto estupro cometido em 2015. O rapper norte-americano rejeitou a extradição e afirmou que preferia ele mesmo "defender-se na Áustria". Nascido como Fredrick Tipton na cidade de Gary, em Indiana (norte dos Estados Unidos), o músico nega de maneira categórica a acusação de estupro.

Seu advogado americano, Scott Leemon, afirmou em um comunicado que "não existem provas científicas nem físicas contra" o artista e que a denúncia foi apresentada "meses depois" do suposto fato.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.