Spencer Weiner/AP
Spencer Weiner/AP

Justiça dos EUA diz que Lauryn Hill sonegou US$1,8 mi em imposto

Cada uma das três ações contra a cantora tem pena máxima de um ano de cadeia e multa

REUTERS

07 de junho de 2012 | 16h23

A cantora Lauryn Hill foi acusada formalmente nesta quinta-feira por não declarar o imposto de renda por três anos, durante os quais ela ganhou mais de 1,8 milhão de dólares, informaram autoridades.

Lauryn não declarou o imposto de renda para o Receita Federal dos EUA (IRS, sigla em inglês) de 2005 a 2007, afirmou o Departamento de Justiça em um comunicado. Durante este período a sua renda, que vem principalmente dos royalties de gravações e filmes, somaram mais de 1,8 milhão de dólares.

Cada uma das três ações contra a cantora tem pena máxima de um ano de cadeia e uma multa de 100 mil dólares, afirmou o departamento.

A agência William Morriis, que representa Lauryn, não quis comentar. O advogado da cantora, Nathan J. Hochman, não pôde ser contatado para falar.

Lauryn, que uma vez foi integrante da banda de hip-jop Fugees, é mais conhecida por seu álbum The Miseducation of Lauryh Hill, de 1998, que ganhou cinco prêmios Grammy, incluindo Melhor Álbum do Ano.

Ela também é proprietária e dirige quatro empresas: Obverse Creations Music Inc., Boogie Tours Inc., L.H. Productions 2001 Inc., e Studio 22 Inc., declarou o Departamento de Justiça.

Lauryn, cujo endereço está listado como South Orange, em Nova Jersey, está programada para responder às acusações diante do juiz do magistrado dos EUA Michael A. Shipp, em Newark, no dia 29 de junho.

(Reportagem Joseph O'Leary; Editing by Bill Trott)

Tudo o que sabemos sobre:
MUSICALAURYNHILL*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.