Justiça aprova filme com últimos ensaios de Michael

A produção vai ser batizada de This Is It, o mesmo nome da turnê que Michael preparava antes de sua morte

Efe,

11 de agosto de 2009 | 03h07

A Corte Superior do condado de Los Angeles aprovou na segunda-feira, 10, a realização de um filme com os últimos ensaios gravados de Michael Jackson como parte de sua preparação para os shows que iria fazer em Londres no mês passado.

 

Veja também:

mais imagens Veja galeria de fotos

video 'Thriller', o disco mais vendido da história

 

O filme receberá o título This Is It e será estreado no dia 30 de outubro, nos Estados Unidos. O acordo entre a empresa AEG Live, os estúdios Columbia Pictures e os dois executivos nomeados por Michael em seu testamento para administrar seus bens foi firmado pelas partes na semana passada, mas ainda precisava da aprovação judicial.

 

 

Michel Jackson faz show em 23 de junho deste ano. Foto: AP

 

 O juiz Mitchell Beckloff autorizou o projeto depois de os advogados da mãe do rei do pop, Katherine Jackson, herdeira junto com os filhos do artista de 80% dos ativos do cantor, não apresentar oposição à produção do filme.

 

Entretanto, os herdeiros foram contra o contrato fechado entre a AEG Live e a companhia de produtos promocionais Bravado, pelo qual esta última empresa obtém o controle da exploração do marketing em nível mundial.

 

O filme utilizará parte das 100 horas de imagens que a AEG Live registrou durante os ensaios de Michael em Los Angeles, dias antes de sua morte. Foi proibido o uso de qualquer material que mostre aspectos negativos do cantor.

 

A produção será intitulada This Is It, mesmo nome do espetáculo que Michael estava preparando para sua reaparição em Londres, em julho, terá trechos em 3D e será estreado no dia 30 de outubro.

 

A produção terá censura livre, mas haverá uma recomendação para que o público infantil receba orientação dos pais ao assistirem ao filme.

 

Uma versão final da produção será exibida em caráter privado aos gerenciadores do patrimônio do cantor, John Branca e John McClain, em outubro.

 

O acordo inclui também o lançamento de um disco com a trilha sonora do filme, assim como duas edições especiais em DVD. A Columbia Pictures pagou US$ 60 milhões pelos direitos para fazer o filme. O patrimônio de Michael ficará com 90% dos lucros da produção.

 

Na audiência, que durou todo o dia, o juiz Beckloff nomeou um representante legal para defender os interesses dos três filhos de Michael, segundo o site especializado em celebridades TMZ.

 

Até agora, as crianças, sob tutela legal de sua avó Katherine, não tinham um advogado além dos contratados pela família do cantor.

 

O juiz convocou uma nova audiência para o dia 24 de agosto. Além disso, declarou que os resultados da autópsia de Michael permanecerão como informação classificada, que já se encontram em seu poder, assim como a análise toxicológica, enquanto a investigação sobre sua morte estiver em andamento.

 

Michael morreu no dia 25 de junho, em Los Angeles, por causas que ainda não foram confirmadas oficialmente, embora tudo aponte para uma parada cardíaca, como resultado do consumo irregular de medicamentos.

 

 

Tudo o que sabemos sobre:
Michael JacksonThis Is ItLos Angeles

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.