Julgamento de Jackson pode levar seis meses, diz juiz

O julgamento do cantor Michael Jackson poderá durar até seis meses, afirmou o juiz Rodney Melville. Melville fez a previsão ao conversar com potenciais jurados do caso, advertindo que o processo deve alterar significativamente a rotina normal dos envolvidos. Estão sendo entrevistadas 750 pessoas, das quais 12 serão escolhidas para compor o júri que vai avaliar as acusações de abuso sexual de um menor de idade feitas contra o cantor.Jackson compareceu ao tribunal onde será realizado o julgamento, na cidade de Santa Maria, na Califórnia, para acompanhar a seleção dos jurados. Os potenciais jurados se encontraram com Jackson em grupos de 150. Eles passarão por uma triagem que poderá demorar até um mês para ser terminada.Os "candidatos" serão entrevistados individualmente e a escolha dos 12, além de oito reservas, deverá ser feita de comum acordo entre a promotoria e a defesa.Antes de entrar no prédio do tribunal, o cantor, todo vestido de branco, fez o V da vitória para os fãs que o aguardavam do lado de fora, tendo viajado longas distâncias para demonstrar o seu apoio ao artista. Se for condenado, Jackson, de 46 anos, pode receber uma pena máxima de 21 anos de prisão. As sessões do julgamento não serão transmitidas pela TV, mas ainda assim empresas de comunicação invadiram a cidade de Santa Maria para a cobertura do que está sendo chamado de o "julgamento do século". Mais de mil jornalistas solicitaram credenciais para trabalhar na cobertura.Jackson é acusado de ter dado bebida alcoólica a um menino de 13 anos na época dos supostos crimes (hoje com 15) e de tê-lo seduzido.

Agencia Estado,

01 de fevereiro de 2005 | 10h41

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.