Juiz sentencia Boy George a varrer parque como punição

Um juiz de Nova York ameaçou, na última segunda-feira, prender Boy George, cujo verdadeiro nome é George O´Dowd, caso o cantor não varra um parque público da cidade, pena imposta a ele depois que a polícia encontrou drogas na casa em sua casa. O cantor considerou a punição como algo "humilhante"."Pode considerar como uma humilhação ou um exercício de humildade, isso depende do senhor. Mas a questão é simples: esses cinco dias de serviço comunitário têm de ser cumpridos", advertiu ao cantor o juiz Anthony Ferrara. "Não estou disposto a abrir exceções. Se você vai cumprir esses cinco dias de serviço comunitário, pode sair pela porta. Mas se não vai cumprir, prometo uma coisa: sairá, mas pela porta de trás" disse o juiz, em alusão à prisão.Foi assim que Ferrara respondeu ao pedido apresentado no início do mês pelo advogado do artista, Louis Freeman, para que mudasse o castigo imposto em março ao cantor, depois de terem sido encontradas 13 bolsas de cocaína na casa do artista.Freeman argumentou que Boy George achava humilhante varrer um parque publico e que preferia cumprir os cinco dias de serviço comunitário em uma unidade de assistência a doentes de aids.Uma vez proferida a sentença, Boy George tem até o dia 28 de agosto para cumprir o castigo, se não quiser ir para trás das grades.Segundo seu advogado, o cantor tem medo de "cair no circo midiático" se cumprir a pena imposta por Ferrara. Teme que algum fotógrafo o flagre durante esses cinco dias com uma vassoura entre as mãos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.