Juiz libera gravação polêmica de Eminem

Um juiz federal autorizou nesta segunda-feira que uma revista especializada em música hip hop distribua vários discos com trechos de um gravação inédita de Eminem, a qual incluiria algumas frases consideradas racistas, como "as garotas negras são tolas".O juiz Gerald E. Linch autorizou a The Source, que recentemente criticou o rapper Eminem a publicar no máximo 20 segundos da gravação em um CD anexado à revista. A The Source informou que distribuirá os discos junto com o próximo número.A revista organizou uma coletiva de imprensa no mês passado para revelar o descobrimento da gravação e acusar Eminem, que é branco, de racismo. Segundo a revista, a gravação foi encontrada durante uma investigação de problemas sociais supostamente infiltrados na música hip hop.Eminem, de 31 anos, disse que a gravação foi "uma bobagem" que compôs quando era adolescente por "estupidez e frustração" depois de separar-se da noiva negra. A semana passada, o mesmo juiz emitiu uma ordem para imepdir que a revista divulgasse a canção completa.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.