Juiz aceita provas contra Michael Jackson

Apesar de todo esforço na primeira semana de audiências preliminares do caso em que Michael Jackson é acusado de abuso sexual de menores, a defesa do cantor teve uma derrota na noite de ontem, quando o juiz Rodney Melville aceitou mais de trinta provas contra o cantor. As evidências foram coletadas no rancho do cantor, Neverland, durante uma busca em novembro. Os advogados de Jackson passaram a última semana tentando provar que a busca na propriedade do cantor havia sido ilegal.

Agencia Estado,

24 de agosto de 2004 | 12h54

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.