Rafael Kent/Divulgação
Rafael Kent/Divulgação

Jota Quest celebra 15 anos em especial

Canal Multishow exibe o projeto 'Jota Quest Folia & Caos' neste domingo a partir das 19 horas

Daiane Domingues - estadão.com.br,

27 de abril de 2012 | 16h59

Os últimos quinze anos que a banda Jota Quest passou na estrada serviram para fortalecer a autoconfiança dos seus integrantes. As críticas recebidas no passado foram superadas e hoje são motivo de risadas para o quinteto responsável pela venda de mais de quatro milhões discos e a conquista de importantes prêmios, como o Grammy Latino.

“Todo mundo que escrevia uma crítica queria que a gente fosse outra coisa. Durante algum tempo a gente ficou assustado. E aquilo era o quê? Aquilo era a vida”, reflete o vocalista Rogério Flausino em conversa por telefone com o estadão.com.br. O gancho para o dedo de prosa com o mineirinho foi o especial Jota Quest Folia & Caos que o canal Multishow exibe neste domingo a partir das 19 horas.

Gravado ao longo da turnê Jota Quest - 15 Anos na Moral, realizada no ano passado, o especial comemora a primeira vez que a banda alcançou as paradas de sucesso com o álbum J.Quest. “É como uma virada de página. Chega de querer pedir aprovação das pessoas para a gente ser feliz. A turnê de 15 anos para nós foi isso, uma desconstrução total dos nossos grilos”, conta Flausino.

Jota Quest Folia & Caos é um registro da rotina dos músicos durante as passagens por diversas cidades brasileiras. As viagens, os ensaios, os bastidores e a primeira apresentação no Rock in Rio, em setembro do ano passado, se misturam aos hits marcantes da carreira do grupo e às músicas inéditas, como Tudo Está Parado e Mais Perto de Mim.

Um dos pontos que chamam a atenção no vídeo é a quantidade, e  também variedade, de músicos convidados para a turnê: mais de 30. Só para citar alguns nomes, sobem ao palco com o Jota Quest o cantor Erasmo Carlos (Vem Quente Que Eu Estou Fervendo), Ney Matogrosso (Pro Dia Nascer Feliz), Seu Jorge (Ive Brussel), Marcelo Falcão (Me Deixa) e Maria Gadú (Mais Uma Vez). Dado Villa-Lobos e Marcelo Bonfá, ex-integrantes do Legião Urbana, participam da execução da música Tempo Perdido.

As performances são permeadas por um clima de muita camaradagem, bem ilustrativo do comentário que Rogério Flausino faz no início do especial: "Não precisa gostar do meu som. Se gostar, eu vou adorar. Mas o que eu quero muito é que goste de mim". Bom, ao que depender da recepção que a banda dá no camarim após os shows, não há nada com o que se preocupar. A “diversão saudável para adultos”, como o vocalista classifica o que acontece nos bastidores, é regada a muita bebida, mulheres e amigos. E, pelo menos nas gravações, todos curtem.

Depois da exibição na TV, o especial Multishow Ao Vivo Jota Quest Folia & Caos chega às lojas em CD e DVD, no mês de maio, e em Blu-Ray, em junho.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.