Jornal americano descobre Luciana Souza

Mais um nome brasileiro na lista dos melhores do The New York Times. É Luciana Souza, cantora de jazz há nove anos radicada nos Estados Unidos. Seu segundo álbum, The Poems of Elizabeth Bishop and Other Songs (lançado em setembro no mercado norte-americano pelo selo alternativo Sunnyside) foi escolhido entre os melhores discos de jazz e música pop do ano, eleitos pelos críticos de música do jornal, na edição do último dia 17.O nome de Luciana aparece na lista do crítico Ben Ratliff, ao lado do soulman D´Angelo, da banda Los Hombres Calientes, e dos pianistas Chick Corea e Danilo Perez, entre outros. A cantora, que até o ano passado ainda lecionava jazz na conceituada Berklee School of Music de Boston, veio a São Paulo passar o Natal com os pais, os compositores bossa-novistas Walter Santos e Tereza Souza, e ficou na cidade até anteontem à noite, quando embarcou para EUA. No disco escolhido pelo The New York Times, Luciana transforma a sua obsessão pela obra da poeta americana Elizabeth Bishop (1911-1979) em música de alta qualidade. Além de musicar quatro poemas de Bishop - Sonnet, Argument, Insomnia e Imber Nocturnus - em seu álbum, a cantora nascida em São Paulo assina outras oito composições, em que se destacam os seus scat singins, elaboradíssimos vocais sem palavras. Depois desse segundo álbum, (o primeiro foi An Answer to Your Silence, de 1999, pela NYC), Luciana estuda novos projetos, como CDs só com músicas de Milton Nascimento ou Djavan.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.