Jorge Aragão reúne compadres em CD

O novo CD de Jorge Aragão é umtrabalho com participações especiais de outros artistas, mas bemque poderia ser definido como um encontro de comadres ecompadres. Lançado pela gravadora Indie Records, Jorge Aragãoao Vivo Convida, o 15.º disco de sua carreira, reúne mais doque propriamente a nata do samba e da MPB. Traz seus grandesamigos. Com eles, Aragão nunca havia gravado as músicas queestão no repertório. Os ilustres convidados foram escolhidos a dedo. Todos -ou pelo menos a maioria esmagadora - têm algum tipo de vínculocom Aragão. Entre eles, Beth Carvalho, nome obrigatório emqualquer trabalho em que o músico pretenda formar parcerias.Velha amiga, dos tempos do Cacique de Ramos, Beth canta no CDCoisinha do Pai, música escrita por Jorge Aragão, Almir eLuiz Carlos, e consagrada na voz da sambista. Já a cantora Elza Soares empresta sua rouquidão à cançãoMalandro, de Aragão e Jotabê, que ela gravou na década de 70e acabou impulsionando a carreira de compositor de Jorge Aragão.Ao lado dele, o cantor e compositor Jorge Vercilo participa dafaixa Encontro das Águas, de autoria do próprio Vercilo e deJota Maranhão. "Um dia eu falei para o Jorge Vercilo que essamúsica dava samba também e que ele ainda não tinha prestadoatenção nisso", recorda. A lista traz ainda outros nomes: Alcione, em Enredo doMeu Samba; Leci Brandão, em O Fundo do Nosso Quintal;Emílio Santiago, em Espelhos d´Água; Zeca Pagodinho, emMutirão de Amor (música de trabalho do CD), além de Fundo deQuintal e Martinho da Vila, no pot-pourri Devagar Miudinho eCasa de Bamba. O grupo Filhos de Gandhy aparece em Eu eVocê Sempre, no lugar de Ivete Sangalo que, segundo JorgeAragão, não pôde participar do projeto por incompatibilidade deagenda. "Mas eles deram um crescimento à música, muito maior doque eu esperava", diz. Djavan também não aceitou a proposta,por motivos pessoais. O novo álbum apresenta curiosidades, como a abertura emÁria Cantilena n.º 1 das Bachianas Brasileiras n.º 5 (HeitorVilla-Lobos), em que Jorge Aragão conta com a companhia doQuarteto de Cordas. "As pessoas podem me perguntar: por quevocê abre com as Bachianas? Porque a primeira vez que eu penseinum palco foi como instrumentista, não como cantor oucompositor." Jorge Aragão ao Vivo Convida é o terceiro disco aovivo - e consecutivo - do compositor. Os CDs anteriores, JorgeAragão ao Vivo (1999) e Jorge Aragão ao Vivo 2 (2000),tiveram bom desempenho no mercado fonográfico e juntos, deacordo com Aragão, venderam mais de um milhão de exemplares. Eleexplica que este terceiro trabalho é conseqüência da gravação deum DVD, realizada no estúdio Oscarito do Pólo Cine Vídeo, no Rio que deve chegar às lojas do Brasil entre novembro e dezembro.Existem planos de distribuí-lo também no exterior, mas esta seráuma ação a longo prazo. "Primeiro, me apresentaram o projeto do DVD e comecei ame empolgar, porque me disseram que nele seria usado tudo o quetenho direito, toda tecnologia de ponta", comenta. "É umtrabalho que respeita minha maneira de ver o samba e vai serlevado ao mercado lá fora. Não que eu entenda o samba de raizcomo se fosse algo de gueto, não é nada disso; eu faço a músicaque quero fazer, com a minha leitura. Tanto que quase não ouçosamba, eu escuto de tudo: jazz, música orquestrada, hip hop,sertanejo." A partir do DVD, a gravadora teve idéia de organizartambém um CD. "No início, fiquei sem graça em lançar mais umdisco ao vivo, porque o público já tinha ouvido todas essasmúsicas", recorda ele." Mas me convenceram a fazê-lo, já queeu nunca havia cantado Enredo do Meu Samba com Alcione, DoFundo do Nosso Quintal com Leci Brandão e assim vai." Jorge Aragão nunca escondeu suas restrições a gravaçõesao vivo. Para ele, o formato pode ser útil para quem está semcriatividade, sem escrever música. "No entanto, como vouexplicar isso se, por causa de um CD ao vivo, eu vendo mais de 1milhões de discos?" Apesar dos pesares, o músico prefere ainda um bomestúdio. Um próximo CD com canções inéditas? Bem-humorado, JorgeAragão responde: "Deus te ouça."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.