Jorge Aragão relembra clássicos da carreira no Credicard Hall

Durante apresentação cantor disse que a pirataria o 'deixou mais preguiçoso' para fazer novos trabalhos

Júlia Baptista, do estadão.com.br

19 de fevereiro de 2011 | 03h42

SÃO PAULO - Depois de meia hora de show, o cantor e compositor carioca Jorge Aragão falou para a plateia que estava "levando um tempo para engrenar". Foram precisos ainda uns quarenta minutos de "sambas velhos" para que parte das mais de duas mil pessoas que lotaram o Credicard Hall, na zona sul de São Paulo, na noite de ontem, 18, levantasse das cadeiras para começar a sambar. "Ele é sensacional", opinou o analista de sistema Josemilton Britto, 33.

Jorge Aragão abriu o espetáculo com o clássico de Paulinho da Viola Pecado Capital, célebre  pelo refrão Dinheiro na Mão É Vendaval, sentado, tocando cavaquinho, vestindo preto dos pés ao pescoço, porque o chapéu era branco, tipo panamá, em vez do lenço preto que costuma usar nos shows. Depois se levantou e não sentou mais. Tocou músicas antigas, conhecidas do público, como Coisa de Pele, Não Sou Mais Disso, Moleque Atrevido, Cabelo Pixaim, Alvará entre outras.

Sem lançar disco desde 2007, quando gravou, na praia de Copacabana, Coisa de Jorge, ao lado de três outros Jorges - Vercilo, Ben Jor e Mautner, numa homenagem a São Jorge -, o cantor disse estar com preguiça de fazer novos trabalhos. "A pirataria me deixou preguiçoso", explicou ao publico. "Não que tenham tirado meu talento", continuou, ao que foi aplaudido com entusiasmo. Prometeu que irá regravar algumas músicas dentro de um mês.

Playlist

Pecado CapitalEspelhos D' Água

Alvará

Coisa De Pele

Não Sou Mais Disso

Cabelo Pixaim

Moleque Atrevido

Amor Estou Sofrendo

Ave Maria

Já É

Eu E Você Sempre

Ponta De Dor

Lucidez

Malandro

Loucuras De Uma Paixão

Doce Amizade

Identidade

Abuso De Poder

Ontem

Enredo Do Meu Samba

Coisinha Do Pai

Vou Festejar  (atualizado às 14h30)

Carnaval Globeleza 2

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.