Jon Lord deixa o Deep Purple

O tecladista Jon Lord vai deixar o grupo Deep Purple depois de 35 anos, informou o site oficial do grupo na Internet. Lord, junto com o baterista Ian Paice, está na banda desde a sua criação, em 1968, em Hertford, na Inglaterra. O músico disse que é hora de se aposentar. O grupo é conhecido pelas extensas excursões ao redor do mundo. Para Lord, de 61 anos, a vida em aviões e hotéis é cansativa e desgastante. O baixista da banda, Roger Glover, disse que os integrantes do grupo lamentam muito a saída do músico, mas que eles "não podem fazer nada a não ser desejar boa sorte ao colega." Lord deve continuar lançando discos solos. O grupo está atualmente excursionando na Rússia já sem o músico nos teclados. O último show com Lord, gravado ao vivo no Hammersmith Apollo, em Londres, deve ser lançado em breve em CD e vídeo. Entre os discos clássicos do Purple estão Machine Head, de 72, com o hino Smoke on the Water, Burn, de 74, com David Coverdale no vocal, e Concerto for Group and Orchestra, de 69, no qual Lord demonstra toda a influência da música clássica na sua formação musical. Coincidentemente, o último disco do grupo, In Concert With The London Symphony Orchestra, lançado em 2000, também foi gravado com uma orquestra, desta vez com sinfônica de Londres. Gravado no Royal Albert Hall, na capital inglesa, o disco traz os clássicos da banda com a atual formação do grupo: Ian Gillan (vocal), Steve Morse (guitarra), Roger Glover (baixo), Jon Lord (teclado) e Ian Paice (bateria).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.