Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

João Gordo completa 50 anos em plena atividade com o Ratos de Porão

Neste ano, banda cai na estrada para shows especiais em comemoração aos 30 anos da gravação do disco 'Crucificados pelo Sistema'; veja fotos e polêmicas

O Estado de S. Paulo,

13 de março de 2014 | 12h58

O vocalista do Ratos de Porão, uma das bandas mais importantes do punk nacional, João Francisco Benedan, ou João Gordo, completa 50 anos nesta quinta-feira, 13.

 

Gordo, que cresceu no mundo de punks, já se aventurou como apresentador de televisão. Ficou mais de 10 anos na MTV Brasil e, ao lado de Marcos Mion, antigo desafeto, comandou o programa Legendários na Rede Record. Para os fãs, o artista, que está há 30 anos a frente do Ratos de Porão, continua ativo, autêntico, se reinventando, gravando músicas e fazendo shows. 

 

Neste ano, a banda, em formação original, cai na estrada para shows especiais em comemoração aos 30 anos da gravação do disco Crucificados pelo Sistema, o primeiro do grupo, lançado em 1984 e considerado um dos álbuns mais importantes do hardcore brasileiro.

 

Polêmicas. Conhecido também pela personalidade forte, João Gordo protagonizou algumas polêmicas durante seus programas na televisão. Em novembro de 2003, durante o programa Gordo a Go-go, na MTV, o cantor trocou insultos e empurrões com o ator e cantor Dado Dolabella chegando até a destruir o cenário do programa.

 

Em outro episódio, a banda Los Hermanos, ainda em início de carreira, participou do programa de João Gordo também na MTV. Um telespectador entrou no ar pelo telefone e perguntou se era verdade que Marcelo Camelo não gostava de Ramones. Ele respondeu que achava Ramones uma porcaria. Gordo, então, ficou revoltado e chegou a expulsar os integrantes da banda do programa.

Veja fotos da carreira de João Gordo:

Tudo o que sabemos sobre:
João Gordo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.