João Gilberto faz 70 anos em Buenos Aires

João Gilberto comemorou seus 70 anos fazendo aquilo que queria: um show de duas horas e meia em Buenos Aires, na quinta-feira, para um público de 1.600 pessoas. Há dois anos e meio ele elegeu misteriosamente a capital argentina ao dizer durante um show com problemas de som em São Paulo: "vou a Buenos Aires, onde nasci". João Gilberto é baiano.O show foi feito para lançar seu álbum Voz e Violão produzido por Caetano Veloso, incluindo clásicos como Chega de Saudade, Pra que Discutir com Madame e O Pato. O criador da bossa nova também atendeu pedidos do público que pediam aos gritos suas canções preferidas. Em determinado momento ele começou a improvisar. "Não me lembro bem, posso cantar assim como se estivesse em casa?", perguntou à platéia.Um dos melhores momentos do show foi quando ele fez uma brilhante interpretação de Águas de Março. Cantou também canções clássicas italianas e espanholas, como Besame Mucho, Un Mujer e Farolito. Terminou o show com Desafinado, clássico de Tom Jobim. Em seguida, levantou-se e saiu.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.