João canta. E o público vai deixando o teatro

Não foram raras as vezes em que João Gilberto ameaçou deixar um show por causa da falta de condições acústicas do teatro ou do comportamento do público. Na noite deste domingo, porém, foi o público que abandonou o artista. Durante seu show em Montreux, na Suíça, João Gilberto se viu em uma situação inusitada: terminou sua apresentação com apenas metade das cadeiras do teatro preenchidas. O público, que praticamente lotava a sala no início do concerto, foi deixando o teatro lentamente; a cada música, grupos deixavam a sala. Em um momento, até o cantor olhou espantado para o auditório. Sua reação também foi inusitada: passou a tratar bem o público, atendeu a pedidos de músicas e ainda elogiou comentários vindos da platéia. Os organizadores do show argumentam que espetáculo já havia começado tarde e que muitos teriam saído para pegar os últimos ônibus em direção às suas cidades. Mas o público, que pagou em média o equivalente a R$ 150 para ver o artista brasileiro, tinha outra resposta: o show foi longo demais (quase duas horas) e começou depois de outras duas horas de show de Ruyichi Sakamoto e Jacques e Paula Morelembaum.

Agencia Estado,

14 de julho de 2003 | 09h44

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.